APRESENTAÇÃO
MAPA DO SITE
LOCALIZAÇÃO
CASOS CLÍNICOS
CONSULTAS

Os títulos das páginas deste site encontram-se (por ordem alfabética) logo abaixo em amarelo e os subtítulos (que constituem a sinopse do conteúdo de cada página) encontram-se, em branco, abaixo de cada título.

Este trabalho está e estará sempre em constante renovação e/ou ampliação e os assuntos abaixo discriminados representam apenas o conteúdo já publicado no instante em que este mapa estiver sendo consultado.

As informações postadas nesse trabalho dirigem-se fundamentalmente ao grande público e espero, sinceramente, que sejam úteis como orientação e esclarecimento acerca da ciência e clínica odontológica.

Assim espero,

Hélion Portela Soares de Menezes

 


AFTAS – (para abrir esta página clique aqui)

sinonímia - generalidades - perguntas e respostas - atualização - epidemiologia - características clínicas - etiologia e fatores predisponentes - papel do sistema imune no desenvolvimento das uars -  citocinas envolvidas - tratamento químico - laser - conclusão


AIDS (para abrir esta página clique aqui)

Vírus – vírus: seres vivos ou não? – o perigo da aids – a aids e o dentista (perguntas e respostas) – discriminação, medo e desinformação – relação com os pacientes – conclusões -  manifestações orais da aids – candidíase -  infecções bacterianas – gengivite úlcero necrosante aguda (GUNA) – periodontite associada ao HIV – infecções virais – herpes simples – papiloma vírus humano – leucoplasia pilosa e Epstein-Barr vírus – manifestações orais neoplásicas (câncer) – Sarcoma de Kaposi (SK) – manifestações orais de origens obscuras – estomatites aftosas recorrentes (aftas) - trombocitopenia


AMÁLGAMA (para abrir esta página clique aqui)

A polêmica do amálgama – o motivo deste artigo – ADA – contra-indicações – toxicidade do mercúrio - relato de um caso - troca de restaurações



 

ANATOMIA 1(para abrir esta página clique aqui).

O que é anatomia?etimologia da palavra anatomia - Linguagem anatômica – posição anatômica – planos anatômicos – eixos (linhas imaginárias) anatômicos – termos de posição e direção – estratificação – posições descritivas – divisão do corpo humano - anatomia da boca - mucosa - mucosa bucal - funções da mucosa - a cavidade nasal - o nariz - os lábios, superior e inferior - as bochechas - mucosa jugal - o palato - arco palatoglosso e arco palatofaríngeo - a úvula - músculo palatoglosso - músculo palatofaríngeo - a língua - o corpo da língua - a raiz da língua - as papilas linguais - músculos da parede da boca - músculo levantador do lábio superior e da asa do nariz - músculo zigomático maior - músculo zigomático menor - músculo depressor do ângulo da boca - músculo orbicular da boca (dos lábios) - músculo bucinador - músculo mental - músculo risório - músculo elevador do lábio superior .  elementos de anatomia do trigêmio - origem do trigêmio - ponte - gânglio trigeminal ou semilunar ou de gasser - trajeto do ramo maxilar - o nervo infra-orbital - nervo palatino - trajeto do ramo mandibular - ramos sensitivos do nervo mandibular - nervo alveolar inferior e o nervo lingual - observação clínica - nervo lingual .

   


ANATOMIA 2 - (para abrir este página clique aqui).

Anatomia do órgão dentário – generalidades - as dentições humanas -  monofiodontismo e polifiodontismo – homodontia e heterodontia -  os grupos dentários humanos – função de cada grupo – as arcadas dentárias -  fórmula dentária – dentição dentária -  divisão em quadrantes -  as cinco faces reais dos dentes – cavidade bucal (vestíbulo e cavidade oral propriamente dita) -  forma geométrica da coroa -  divisão da coroa em terços – face oclusal – morfologia das cúspides – cristas (marginais, longitudinais e oblíquas) -  divisão anatômica do dente – os alvéolos – divisão arquitetural e estrutural do dente – esmalte (estrutura e propriedades) – dentina (idem) – cemento (idem) – polpa (idem) – junção cemento/esmalte  - tecido ósseo – células do tecido ósseo – matriz – endósteo e periósteo – variedades – tecido ósseo primário e secundário – aspectos anatômicos da mandíbula – osso alveolar – ligamento – mucosa bucal – gengiva – gengiva marginal livre – gengiva inserida – sulco gengival – anatomia radiográfica -  A cronologia de erupção dentária e o reconhecimento dos dentes infantis pela idade e da idade pelos dentes.



ANATOMIA 3 - (para abrir esta página clique aqui).

Sistema estomatognático - estruturas passivas ou estáticas - estruturas ativas ou dinâmicas - estruturas anexas - anatomia da atm - anatomia da mandíbula - corpo - ramo - base - processo alveolar - canal da mandíbula  - forame da mandíbula - forame mental - côndilo da mandíbula - chanfradura sigmóide - língula - processo coronóide - linha oblíqua - linha milo-hióidea - ramo da mandíbula - face lateral - face medial - margens - protuberância mental - sínfise mandibular - trígono retromolar - tubérculo geniano - tuberosidade pterigoidea - anatomia do osso temporal - partes: escamosa, timpânica e petrosa - processo zigomático - fossa mandibular - meato acústico externo - processo estilóide - processo mastóide - meato acústico interno - forame estilomastóide - componentes ligamentares da atm - o ligamento temporomandibular - o ligamento esfenomandibular - ligamento estilomandibular - cápsula articular - músculos da atm - músculos elevadores - músculo masseter - músculo temporal - músculo pterigoideo medial - músculos abaixadores - músculo pterigoideo lateral - protusão da mandíbula - retrusão da mandíbula - movimento de lateralidade - osso hióide - músculos supra-hioideos - músculo digástrico - músculo estilo-hioideo - músculo miloioideo - músculo genioideo - o componente fibroso da atm - palpação do côndilo - palpação pré-tragus - palpação intra-auricular - abertura mandibular - palpação intra-bucal do pterigoideo lateral - palpação extra-bucal dos músculos masseter e temporal - imagens radiográficas da atm - transcraniana - panorâmica


ANESTESIA 1 (para abrir esta página clique aqui)

história da anestesia - embriagar o paciente ou deixá-lo drogado! - vitríolo doce e gás hilariante - festas com éter e gás hilariante - dentistas também descobrem a anestesia - paciente pronto - outras descobertas - acupuntura - anestésico do oriente - perguntas e respostas sobre anestesia - princípios básicos para a anestesia parcial - anestesia periférica, terminal ou infiltrativa - ténica de aplicação da anestesia infiltrativa mucosa superficial -  indicações da anestesia mucosa superficial - contra-indicações da anestesia mucosa superficial - anestesia submucosa - anestesia subperióstica - técnica supraperióstica. - anestesia peridentária - técnica intraseptal - técnica troncular - indicações da anestesia troncular - contra-indicações da anestesia trocunlar - anestesia dos nervos alveolar inferior, ligual e bucal (hemiarco inferior) - como reconhecer se a anestesia ‘pegou’ - sobre a difusão da solução anestésica - duração da anestesia - tempo de espera para que se produza a anestesia - tipo se seringa e agulha.- indicações da técnica - contra-indicações - possíveis acidentes - considerações finais - resumo das anestesias da arcada inferior - anestesia do hemiarco superior - anestesia do nervo alveolar póstero-superior (aps). - técnica - sinais e sintomas - bloqueio do nervo alveolar superior médio (asm) - técnica - sinais e sintomas - bloqueio do nervo alveolar superior anterior (asa) - técnica - sinais e sintomas - bloqueio do nervo infra-orbital - técnica - localização do forame infra-orbital. - local de penetração da agulha. - bloqueio do nervo palatino maior (ou anterior) - técnica - sinais e sintomas - bloqueio do nervo nasopalatino - sinais e sintomas - resumo das anestesias da arcada superior - por que a anestesia local demora a "pegar"? - por que a anestesia local demora a passar o efeito? - por que a anestesia local demora a passar o efeito?  


ANESTESIA 2 - (para abrir esta página clique aqui)

anestesicos locais - farmacologia - farmacocinética - anestésicos locais mais utilizados em odontologia - tendências atuais quanto ao uso de anestésicos locais - lidocaína - prilocaína - mepivacaína - bupivacaína - articaína - anestésicos tópicos no comércio - vasoconstritores - resumo efeitos dos vasoconstrictores - uso em gestantes - algumas conclusões - mecanismo de ação - anestésicas - alergia - alergia aos anestésicos locais - manifestações clínicas na alergia aos anestésicos locais - testes alérgicos - teste de puntura (tp) - teste intradérmico (ti) - testes de contato - medo da anestesia em tratamentos dentários - perguntas e resposta sobre anestesia com óxido nitroso. - o que é oxido nitroso? - o que é anestesia com óxido nitroso? - substitui a anestesia? - é um medicamento seguro? - existe alguma contra indicação para o uso do n2o? - como o paciente se sente ao utilizar o óxido nitroso? - indicações - noções de anestesia geral em odontologia - indicações - vias de administração - via de inalação - os seguintes agentes anestésicos inalantes são comumente utilizados - halotano - enflurano ( etrane ) - óxido nitroso - via endovenosa - gota intermitente - gota contínua - via intramuscular - via oral - via retal - anestesia por inalação - gota aberta - gota semi-aberta - insuflação - semi-fechado - fechado (entubação) - entubação do paciente - vantagens - desvantagens - fases e etapas da anestesia geral - fase de indução - fase de manutenção - fase de recuperação - etapa de preparação - etapa cirúrgica - etapa de depressão respiratória - encaminhamento do paciente ao hospital - cuidados da enfermagem - medicação pré-operatória - atribuições do cirurgião-dentista no centro cirúrgico - medidas pós-operatórias – alta do hospital. 


APRESENTAÇÃO - (para abrir esta página clique aqui).


BIOFILME/PLACA BACTERIANA(para abrir esta página clique aqui).

Generalidades - Afinal, o que são biofilmes? – o que é placa bacteriana? - Como faço pra saber se tenho placa bacteriana uma vez que ela é transparente? - Como posso evitar que a placa bacteriana se forme? - Quais os microorganismos estão normalmente presentes no biofilme? - Afinal, o que é tártaro? - Quais são os dois tipos de cálculo dental? - Afinal, qual é a constituição do cálculo? - Significado clínico.


CARDIOPATIA: - (para abrir esta página clique aqui)

por que uma matéria sobre cardiopatia neste site? - perguntas e respostas - qual a relação entre saúde bucal e doenças do coração? - qual é o quadro, hoje, da endocardite? - qual é o principal grupo de risco? - qual é o procedimento, no incor, para estes pacientes? - com base neste acompanhamento, o que se observa em relação a saúde bucal dos cardiopatas? - a endocardite é a única doença associada à saúde bucal? - como é avaliada a postura dos cirurgiões dentistas frente a este quadro? - qual o principal cuidado no consultório? - em que situações isso ocorre com mais frequência? - um alerta - as cardiopatias - angina pectoris - insuficiência cardíaca congestiva - arritmias - infarto do miocárdio - endocardites bacterianas - planejamento do tratamento odontológico em pacientes cardiopatas - uso de anestésicos locais em pacientes cardiopatas - controle da ansiedade em pacientes cardiopatas - sedação consciente com a mistura de óxido nitroso e oxigênio - sedação consciente com benzodiazepínicos - situações de emergência com pacientes cardiopatas - doença periodontal como fator de risco das doenças cardiovasculares - algumas conclusões - criança cardiopata e cuidados com os dentes - protocolo



CÁRIE DENTAL/ EROSÃO ÁCIDA - (para abrir esta página clique  aqui).

Generalidades de erosão ácida – sinais e sintomas da erosão ácida – prevenção – cárie dental – o que é cárie? – o que é placa bacteriana? – meus dentes podem ser pouco resistentes à cárie? - quais são os alimentos mais cariogênicos? há alimentos que protegem contra a cárie? - o mel ou o açúcar mascavo podem substituir o açúcar sem danos aos dentes? - como posso saber se tenho cárie? - como posso combater ou prevenir essa doença? - existe vacina para a cárie? – evolução da cárie - epidemiologia da cárie - a cárie é doença transmissível (atenção beijoqueiros de plantão) - afinal, como se faz o diagnóstico clínico da cárie? - afinal, o rx é necessário no diagnóstico da cárie?


CASOS CLÍNICOS - (ara abrir esta página clique aqui).
Nesta página eu apresento alguns de meus trabalhos clínicos que caracterízam o emprego da odontologia intensiva com ênfase na cosmética dentária.

CONSULTAS - (para abrir esta página clique aqui).

Nesta página eu procurei esboçar o meu sistema de atendimento clínico


DIABETE -– (para abrir esta página clique aqui) 

diabete mellitus (dm) - por que discutir diabete aqui? - o que é o dm? - diabetes mellitus tipo i: - diabetes mellitus tipo ii: - outras formas de diabetes mellitus - diabetes gestacional: - como se desenvolve? - o que se sente? - sintomas visuais - sintomas cardíacos - sintomas circulatórios - sintomas digestivos - sintomas renais - sintomas urinários - sintomas neurológicos - sintomas dermatológicos - sintomas ortopédicos - como o médico faz o diagnóstico? - fatores de risco para o diabetes mellitus - objetivos do tratamento - tratamento - plano alimentar - composição do plano alimentar - atividade física - medicamentos, hipoglicemiantes orais - rastreamento - como se previne? - perguntas e respostas dirigidas ao paciente - atenção: pacientes portadores de diabetes e hipertensão precisam de cuidados especiais quando tratados em consultório odontológico - o paciente diabético e o tratamento dentário - a importância do atendimento odontológico ao paciente diabético - observações importantes - alguns exames laboratoriais solicitados a pacientes diabéticos para poderem submeter-se a procedimento odontológico invasivo.

 


ENDODONTIA (TRATAMENTO DE CANAL)(para abrir esta página clique aqui).

generalidades e etimologia da palavra - O que é a polpa dentária? - Como é que a polpa fica doente? - Por que é necessário remover a polpa? - O que é, afinal, tratamento de canal? - O que envolve o tratamento endodôntico? - O que acontece durante o tratamento? (passo a passo do tratamento de canal) - Existe alguma alternativa a Endontia? - Afinal, quando estará indicado o tratamento de canal? - Quando vamos utilizar o dente como suporte de prótese fixa, temos obrigatoriamente que tratá-lo endodonticamente? - Quais os sintomas para que o "canal" precise ser tratado? - Sempre que um dente dói, deve receber tratamento endodôntico? - O dente que apresenta tratamento de canal é considerado um dente morto? - O tratamento de canal é muito dolorido? - Após as sessões de tratamento, é comum sentir dor? - O que poderá ocorrer se o tratamento endodôntico não for realizado? - O tratamento de canal enfraquece os dentes? - Quantas sessões são necessárias para realização do tratamento de canal? - O dente com canal tratado pode voltar a doer algum dia? - Ao ingerir alimentos quentes ou frios sinto dor. Haverá necessidade de tratar o canal do dente? - Ao mastigar sinto dor ou incômodo em um ou mais dentes. A solução seria o tratamento de canal? - O que é necrose pulpar? - O que é tratamento de canal em “polpas vivas”? - Abscesso dentário, o que é? - Quando tratamos o canal de um dente este tem obrigatoriamente que escurecer? - Qual e o sucesso do tratamento? - Por que razão não poderá o dente ser simplesmente extraído? - Quanto tempo dura um dente restaurado? - Tratar Canal deixa o dente mais fraco? - Para entender a pulpite (inflamação da polpa).  



 EXODONTIA (EXTRAÇÃO DO DENTE DO SISO)(para abrir esta página clique aqui).

Generalidades - Afinal, o que são, portanto, dentem inclusos ou impactados? - É somente o dente do siso que fica impactado? - Quais são, portanto, os motivos que levam os dentes freqüentemente se tornarem impactados/inclusos? - Quais são, em linhas gerais, as indicações para a remoção dos dentes impactados / inclusos? - Os dentes do siso sempre devem ser removidos? - Onde é realizada a cirurgia? - Como é feita a cirurgia, para extração, dos dentes do siso? - É possível tirar os quatro dentes do siso de uma só vez? - Tirei o meu dente do siso, parou de doer durante uns dias, agora voltou a doer. Isso é normal? - Quantos dentes do siso existem? - Em que idade eles normalmente erupcionam? - Todo mundo tem o dente do siso? - O que acontece se ele erupcionar parcialmente? - Com relação aos dentes do siso: qual sua influência nos Sintomas da ATM (Articulação Temporomandibular), na sua Disfunção (DTM) e no seu Tratamento? - É verdade mesmo que o dente do siso empurra os outros dentes, provocando mudanças de posição? - E se um dente do siso não tiver o oposto correspondente na arcada antagônica, pode ter alguma complicação? - É possível prever com antecedência se os dentes do siso poderão causas problemas? - Qual é a melhor idade para se avaliar possíveis complicações futuras com os dentes do siso? - Qual é a melhor técnica radiográfica para se estudar o comportamento do dente do siso? - Outras técnicas radiográficas podem (ou devem) ser usadas? - Quando a gengiva do dente do siso que está erupcionando inflama (pericoronarite), o que fazer? 


FLÚOR/FLUOROSE - (para abrir esta página clique aqui).

O que é flúor? - O flúor faz mal à saúde? - De que maneira o flúor fortalece o dente? - Quais as formas se usar o flúor? - Deve-se tomar flúor na gravidez para benefício da criança? - A aplicação tópica periódica de flúor em crianças funciona? E nos adultos? - Quando se deve fazer a primeira aplicação de flúor na criança? - O flúor interfere na doença gengival? - Nas cidades onde existe fluoretação de água, há problema em usar pasta ou bochecho com flúor? - Faz mal à criança engolir pasta com flúor? -  O que é fluorose? Por que ocorre? - Durante a gravidez, devo ingerir suplementos de flúor? - Pode ocorrer fluorose em dentes de leite? - Quando ocorre fluorose nos dentes de leite, os permanentes também serão acometidos? - Os dentes com fluorose são mais fracos? Correm maior risco de ter cárie? - Se eu usar dentifrício fluoretado para escovar os dentinhos do meu filho de dois anos, ele correrá o risco de ter fluorose? - Meu filho de 12 anos faz aplicação de flúor no dentista, usa pasta fluoretada e faz bochechos diariamente com solução fluoretada. Ele corre o risco de ter fluorose? - O que fazer nos casos de fluorose?


GESTANTE – (Para Abrir esta página clique aqui)

introdução - perguntas e respostas - algumas considerações -  principais alterações sistêmicas ocorridas durante a gestação - principais alterações bucais ocorridas durante a gestação - a relação entre doenças gengivais e nascimento de bebês prematuros com baixo peso - abordagem integral no atendimento odontológico à paciente gestante - educação em saúde para a gestante - uso de medicamentos na gestação - tomadas radiográficas - mais algumas considerações - atendimento odontológico à gestante cardíaca


HALITOSE - (para abrir esta página clique aqui).

introdução - conceito de hálito e haslitose (mau hálito) - perguntas e respostas - uma pequena história da halitose - importância social no mundo de hoje - três aspectos através dos quais a halitose pode se apresentar - o paciente tem mau hálito e desconhece esse fato - mas... como alertar alguém sobre seu mal hálito? - o paciente tem mau hálito e sabe disso - causa removível - a causa não é removível ou de difícil remoção - o paciente não tem mau hálito, mas acredita tê-lo - causas da halitose - causas bucais - língua saburrosa - saliva - retenção de sangue nos interstícios dentários - causas não bucais -  vias respiratórias - trato digestivo - pele ou mucosas - metabólicas e sistêmicas - psicogênicas - tratamento - tratamento curativo - tratamento profilático - tratamento mascarador - tratamento psíquico


HEMOFILIA (para abrir esta página clique aqui)

hemofilia - introdução - diátese - hemofilia - coagulopatia - coagulação sanguínea - coagulopatias - coagulopatias hereditárias - hemofilias a e b - doença de von willebrand - perguntas e respostas - o que é hemofilia? - como se contrai a hemofilia? - o que causa a doença? é verdade que a doença é mais prevalente em homens? por que isso ocorre? - como é o tratamento? - em que casos a transfusão de sangue é recomendada? - que recomendações são importantes para que o hemofílico tenha uma melhor qualidade de vida?- quais são os sinais e sintomas da hemofilia? - como a hemofilia afeta o estilo de vida? - como a hemofilia é tratada? - o que é um inibidor? - qual teste é usado para achar inibidores? - os inibidores são comuns? - quem está propenso a desenvolver inibidores? - como as pessoas descobrem que têm inibidores?- qual teste é usado para achar inibidores? - há mais de um tipo de inibidor? - como os episódios de hemorragia são tratados em pessoas com inibidores? - uma pequena história da hemofilia - conduta odontológica - introdução: - plano de tratamento odontológico: - 1           exame clínico - 2 profilaxia e adequação bucal - 3   prevenção das cáries - 4    anestesia - 5 tratamento dentário conservador         - tratamento endodôntico  (‘canal’) - 6  tratamento periodontal  - 7 tratamento ortodôntico - 8   próteses - 9 implantes - 10   extrações dentárias -       11.  cirurgia bucal menor - dentes inclusos ou impactados - 12 apicetomias -  pós-operatório: - recomendações e medidas gerais: - controle das hemorragias -  hemostáticos locais.



HERPES(para abrir esta página clique aqui)

herpes simples: introdução - o que é o herpes? - quem tem genital também tem labial? é o mesmo vírus? - qual a causa do herpes? - como se dá o herpes labial? - como se transmite o herpes labial? - cuidados - o que acontece quando se contrai herpes genital? - herpes tem cura? - quanto tempo dura um «primeiro episódio»? - o vírus pode estar ativo sem provocar sintomas? - afinal, como é transmitido o herpes? - afinal, ter herpes significa, mais cedo ou mais tarde, ter sintomas? - qual a incidência na população? - qual o tratamento? - de quanto em quanto tempo tem surto? - o herpes espalha-se por outras partes do corpo? - como reduzir o risco de transmissão a um parceiro sexual? - e em relação à gravidez? - o que fazer se estou com herpes genital? - mesmo que não esteja com bolhas, transmite o vírus? - pode levar a uma doença mais grave? - existe vacina? - há algum alimento para prevenir? - herpes-zóster - etiologia - sintomatologia - qual é o agente etiológico, isto é, o germe responsável pela doença herpes-zóster? - quer dizer que o vírus da varicela, que persiste por anos, pode reaparecer sob nova apresentação? - como seguem a raiz nervosa, essas lesões podem aparecer em qualquer lugar do corpo, mas sempre em apenas um dos lados… - quando o herpes-zóster acomete a face, quais as características mais importantes e as complicações mais frequentes? - sintomas e transmissão da doença - quais são os principais sintomas do herpes-zóster? - quantos dias leva entre o aparecimento das primeiras alterações de sensibilidade e o aparecimento das lesões? - quer dizer que o vírus incubado corre por dentro do nervo, chega até a pele e está presente nas vesículas que se formaram? - que cuidados a pessoa com lesões herpéticas deve tomar em relação aos contatuantes? - nesse caso, separar toalhas e objetos pessoais que entram em contato com a lesão é muito importante. - nevralgia - fale sobre a dor no herpes-zóster. - herpes-zóster e aids - fale um pouquinho sobre a relação entre herpes-zóster e imunodepressão, especificamente a dos pacientes com aids que apresentam herpes-zóster. - os casos em que a doença se dissemina pelo corpo, embora muito graves, são raros e, para que se instalem, o sistema imunológico precisa estar muito debilitado. - prenúncio de outras doenças - vamos pensar na pessoa normal que de repente começa a sentir uma sensação esquisita, um pouco de dor e dois dias depois vê eclodir as lesões do herpes-zóster sem que nenhuma enfermidade de base justifique esse aparecimento. alguns médicos defendem que esses casos precisam ser investigados, porque podem ser sinal de uma infecção oportunista denunciando a presença de que alguma coisa mais grave está ocorrendo no organismo. há justificativa científica para essa conduta? - nós já mencionamos que são mais susceptíveis de apresentar herpes-zóster as pessoas com aids ou fazendo tratamentos que debilitam muito a imunidade.  diabéticos também estão mais sujeitos a desenvolver a doença? - uso de antivirais - hoje, existem antivirais potentes para o tratamento do herpes-zóster. quando devem ser prescritos? - alguns casos exigem tratamento mais prolongado? - você disse que os primeiros sintomas são formigamento e dor. depois aparecem as vesículas com líquido em seu interior, que criam uma crosta e caem encerrando o episódio de herpes –zóster. você disse também que o tratamento deve ser instituído o mais rapidamente possível. há momentos em que não adianta mais tratar? - vacinas - existe vacina contra o vírus varicela-zóster? - mas especificamente contra o herpes-zóster existe vacina? - vale à pena vacinar contra catapora pessoas que vão fazer tratamento agressivo contra o câncer ou transplante de órgãos? - uso de antivirais -  hoje, existem antivirais potentes para o tratamento do herpes-zóster. quando devem ser prescritos? - alguns casos exigem tratamento mais prolongado? - você disse que os primeiros sintomas são formigamento e dor. depois aparecem as vesículas com líquido em seu interior, que criam uma crosta e caem encerrando o episódio de herpes –zóster. você disse também que o tratamento deve ser instituído o mais rapidamente possível. há momentos em que não adianta mais tratar? - depois que as crostas se formaram, o vírus saiu da pele, mas não desapareceu do organismo. ele volta para dentro da raiz nervosa e as células imunocompetentes, os anticorpos, não conseguem atingi-lo. isso indica que o herpes-zóster pode recidivar? - afinal, o que são vírus? - estrutura viral - partícula viral - vírus herpes simples (hsv) 1 e 2.- afinal, são os virus seres vivos ou não?


 
HIGIENIZAÇÃO BUCAL - (para abrir esta página clique aqui)

Uma pequena história da higienização bucal - introdução - higienização bucal. Fio/Fita dental -  história do fio dental - Uso correto do fio dental - Que tipo de fio dental é melhor usar? - Uma curiosidade: fios sabor bacon, café, biscoitos wafes e até sabor absinto! - o porta fio - passa fio condutor. Higienização da língua - limpador de língua - o que é saburra lingual? - Onde se acumula essa saburra? - Todo mundo tem saburra lingual? - Afinal, o Limpador de Língua é para ser utilizado apenas pelo portador de mau hálito? - Existem escovas próprias para a língua? - Gel de limpeza da língua. Escova de dente - história da escova de dente - Qual a melhor escova de dentes? Como escolher? - Quantas vezes ao dia devemos escovar os dentes? - um alerta: motivação - técnicas de escovação - Quanto tempo pode-se usar uma escova sem trocar? - Que tipo de escova deve ser usada para limpar a prótese total? - Que produtos devem ser utilizados para complementar a higienização da prótese total? - Como deve ser feita a higienização bucal do desdentado? - escovas de dente do futuro já no presente: escova iônica - Como funciona? - Precisamos fazer movimentos vibratórios com a escova de dentes iônica? - A escova de dentes iônica é segura? - Como você escova com a escova de dentes iônica? - Eu tenho que ligá-la na tomada? - O que eu sinto quando eu escovo meus dentes com esta escova? - Posso partilhar a escova iônica com outros membros da família? - A escova também deve ser higienizada - escova elétrica - escovas interdentais (interproximais) - Escova interdental ou fio dental: qual a melhor opção? - Passo a passo para a correta utilização das escovas interdentais. Creme dental -  história do creme dental - composição do creme dental - pasta com flúor - Qual a função da pasta dental? - Qual a quantidade de pasta ideal? - Qual a diferença entre pasta dental anticárie, antitártaro e antiplaca? - Quais os tipos de flúor e sua concentração na pasta? - Qual a função do bicarbonato de sódio? - Existe diferença na abrasividade das pastas? - Qual a idade ideal para introduzir a pasta dental na higiene da criança? - As pastas para sensibilidade são efetivas? Qual a duração do seu efeito? - Como funcionam e quais os tipos de pastas clareadoras? Existem contra-indicações? - Qual a pasta ideal? - Qual a diferença entre pasta, gel ou creme na efetividade das pastas dentais? Enxaguante bucal - A Importância da Utilização dos Enxaguantes Bucais (colutórios) - Os enxaguantes bucais não curam o mau-hálito - Enxaguantes bucais, quem possuem álcool em sua composição, podem provocar câncer de boca, segundo estudo.  
 


IMPLANTE - (para abrir esta página clique aqui)

 Introdução - como é feita a cirurgia de um implante - Em que consiste um implante? - Qualquer pessoa pode fazer implante? - A Cirurgia do Implante é complicada? Dói? - Eu já saio com o dente na boca? - Existe rejeição ao Implante? - E é caro? - Onde posso usar implantes? - Existe idade máxima para se fazer Implante(s)? - O Implante Dental é um tratamento seguro? - Quanto tempo terei de me afastar de minhas atividades habituais para fazer Implantes? - Qual é a durabilidade do implante? - Quantos dentes posso repor com Implantes? - Perdi meus dentes há muito tempo, ainda posso fazer Implantes? - Posso melhorar minha estética com os Implantes? - Como uma arcada dentária restabelecida com Implantes pode ser importante para a minha saúde? - Vou poder mastigar normalmente com os Implantes? - Quem pode fazer Implante (s) Dental (ais) em mim? - Como devo proceder para ter uma avaliação do meu caso?  - Por que tem havido tanta procura pelos implantes dentais? - o que são implantes de carga imediata?
   


LINGUAGEM MÉDICA 1 - (para abrir esta página clique aqui).

Fundamentos da terminologia médica - formação de novas palavras - raiz, radical, tema, prefixo, sufixo e desinência - declinação - formação de termos médicos - sufixação e prefixação - termos médicos de origem grega - termos médicos de origem latina - termos médicos oriundos do latim vulgar - termos médicos oriundos do latim erudito - termos oriundos do grego através do latim - termos oriundos de traduções latinas de origem grega - termos híbridos - termos de origem incerta - radicais, sufixos e prefixos gregos e latinos. PATOLOGIA COMO SINÔNIMO DE DOENÇA - SELA TÚRCICA OU SELA TURCA? - AUTÓPSIA, AUTOPSIA. NECRÓPSIA, NECROPSIA OU NECROSCOPIA?



LINGUAGEM MÉDICA 2 (para abrir esta página clique aqui).

nesta página o leitor encontrará um glossário etimológico de termos médicos de A a Z.




LINKS DA INTERNET - (para abrir esta página clique aqui).

Site da ANVISA - bulas de todos os medicamentos do mercado brasileiro - símbolo da odontologia - manual de biossegurança - prontuário odontológico - atestado odontológico - atestado de saúde bucal - atestado de comparecimento - autorização para uso de imagens - proposição de serviços e honorários - pedidos de exames - receituário - código de ética odontológico - CID 10 - pesquisa de ceps/correios - lista telefônica on line - hotéis em Sorocaba.



LIVRO DE VISITAS - (para abrir esta página clique aqui).

Deixe sua mensagem.


LOCALIZAÇÃO DO CONSULTÓRIO -   
(para abrir este página clique aqui).

Nesta página o leitor encontra o endereço com cep e fone do consultório, mapa com rota indicando como chegar, dicas para quem vem para Sorocaba, fotos e vídeo da cidade e links com hotéis.


MEUS ARTIGOS - (para abrir este blog clique aqui).

No link acima o leitor abrirá onde encontrará um Blog com os artigos:

Fundamentos da cárie dentária e o tratamento de canal - Células tronco e a nova ciência -  Implantodontia - O poder do riso - A psicogênese da cárie dental - O estresse e o esgotamento - A neurofisiologia das emoções - Origem e anatomia do sistema nervos -Entenda porque problemas com o dente podem até mesmo matar.



NUTRIÇÃO E ODONTOLOGIA - (para abrir esta página clique aqui).

Generalidades - o perfil bioquímico do paciente - atividade óssea - função hepática - A proteína total (6,8 A 7,2 mg%) - dietética e cardápio - dieta protetora - como organizar o cardápio/dieta - tabela de composição dos alimentos - composiçãop percentual dos alimentos.


OCLUSÃO   (para abrir esta página clique aqui).

generalidades - um pouco de fisiologia  - importante - o conceito de oclusão ideal - 1.     arcadas dentárias.- curva sagital de oclusão - curva transversal de oclusão (curva de wilson). - 2.               direção geral e implantação dos dentes nos ossos alveolares. - 3.          equilíbrio dos dentes - contato dos dentes - os locais de contato tem duas funções primordiais - superfícies oclusais das arcadas dentárias - equilíbrio dos dentes propriamente dito - considerações das forças mastigatórias - equilíbrio vestíbulo-bucal - equilíbrio mésio-distal - sentodo vertical - 4. engrenamento dos dentes - vista oclusal de engrenamento - 5.          oclusão dentária propriamente dita - oclusão anômala - inoclusão fisiológica. - inoclusão dinâmica. - 6.             cinemática mandibular (movimentos mandibulares). - gráfico sagital de posselt.  - rc - oc - tt - protusão máxia - cêntrica longa - ângulo das guias condilares - ângulo de bennett - ângulo de fisher - chave de oclusão de angle - sobre-saliência e sobremordida -  movimentos de lateralidade - arco gótico - movimento de bennett -


ODONTOPEDIATRIA - (para abrir este página clique aqui).

O que é Odontopediatria? - A cronologia de erupção dentária e o reconhecimento dos dentes infantis pela idade e da idade pelos dentes - Por que é importante a gestante fazer o pré-natal odontológico? - Quando deve ser a primeira consulta ao odontopediatra? - Como preparar meu filho para a primeira visita ao dentista? - Por que o bebê e criança devem freqüentar (e não apenas ir uma vez) o dentista? - Como fazer para que meu filho goste de ir ao dentista? - Qual a importância de cuidar dos dentes de leite (dentes decíduos) se eles cairão de qualquer forma? - Eu ouvi dizer que a gestante deve evitar ir ao dentista, mas acima foi dito que ela deveria tratar-se. Afinal, a gestante pode receber tratamento odontológico? - Existem riscos quanto à anestesia local? - A gestante pode ser radiografada pelo dentista? - Dizem que, na gravidez, os dentes "estragam" com mais facilidade. Isso é verdade? - E quanto à gengiva? Ela se inflama com mais facilidade? - Existem cuidados especiais para a higiene bucal? - Eu vi mais acima que, ao nascer, a criança já possui os dentinhos em início de calcificação antes mesmo de nascerem. Quando os dentes do bebê começam a se formar? - Existe algum fortificante para ser tomado a fim assegurar uma boa dentição para o futuro bebê? - E o flúor? A gestante deve tomar visando à dentição do bebê? - A amamentação é importante para os dentes do bebê? - E então, o que deve a gestante fazer para que bebê tenha bons dentes? - Quando deve ser iniciada a higiene bucal do meu filho? - Quando devo começar a usar creme dental com flúor na escovação da minha criança? - Os dentes de leite podem ter cáries? - Mas se eu olhar a boca de meu filho conseguirei ver se ele tem cáries? - Existe desconforto para o bebê quando nascem os primeiros dentinhos? - E os selantes? - Em caso de necessidade quando devemos iniciar o tratamento ortodôntico? - Dentes de leite têm canais? - Tudo bem se minha criança chupar o dedo polegar? - Tudo bem se meu bebê usar a chupeta? - traumatismo dental em crianças - O que é um Protetor Bucal? - Que tipos de protetores bucais existem? - Quanto tempo dura um protetor bucal? - o que fazer se o dente for  todo avulsionado? - Quem sofre mais traumas bucais, meninas ou meninos? Existe alguma estatística que mostre o sexo e faixa etária? - Em qual época do ano as crianças estão mais suscetíveis a passarem por algum tipo de trauma bucal? - O trauma bucal costuma deixar alguma seqüela, como manchas e cicatrizes? - Os traumas no dente de leite podem ocasionar algum problema na dentição permanente? - Em caso de dente de leite fraturado, qual o melhor tratamento? E no caso do dente permanente? - O que pode acontecer quando o trauma afeta o nervo do dente?


ORTODONTIA - (para abrir este página clique aqui).

O que é Ortodontia? - Em que idade deve ser realizada a primeira consulta ao ortodontista? - O clínico geral poderá fazer essa avaliação inicial e encaminhar o paciente se necessário? - Quais os tipos de correções realizadas? - Quando da necessidade de tratamento, quais os benefícios além da estética? - O paciente adulto poderá se submeter ao tratamento? - Quais são os tipos de aparelhos? - Existe aparelho estético? - Quanto tempo demora em média o tratamento? - Existe algum risco no tratamento? - Se os pais possuem má posição dos dentes, o mesmo pode ocorrer com os filhos? - É necessário extrair dentes permanentes? - Existe a possibilidade de os dentes retornarem à posição original? - Qual a importância dos dentes de leite? Eles devem ser tratados? - É verdade que o tratamento ortodôntico causa dor? - O que é a cirurgia ortognática e que relação ela tem com a ortodontia? - É verdade que o aparelho ortodôntico pode estragar os dentes? - Existe alguma contra indicação ao tratamento ortodôntico? - Posso comer normalmente com aparelho ortodôntico? - Quanto tempo dura um tratamento ortodôntico? - O aparelho ortodôntico vai me impedir de praticar algum tipo de esporte? - Em relação ao mau posicionamento dentário existe alguma coisa que os pais possam fazer preventivamente? - A partir de que idade a criança pode ser levada ao ortodontista? - O que vem a ser ortopedia funcional dos maxilares? - Qual a importância do tratamento ortodôntico? - Qual tipo de aparelho é melhor, o fixo ou o móvel? - Até que idade pode ser usado o aparelho ortodôntico? - Posso usar aparelho de porcelana no lugar dos aparelhos metálicos? - As extrações para tratamento poderiam ser evitadas? - Dentes do ciso devem ser extraídos? - O que é Ortodontia Lingual? - Quais as vantagens de se ter o aparelho ortodôntico colado internamente? - Ele machuca a língua? - O tratamento pode demorar mais? - As peças usadas são as mesmas do fixo? - Como é feita a colagem dos brackets? - Este tratamento costuma ser mais caro? - O tratamento pode demorar mais? - As peças usadas são as mesmas do fixo? - Como é feita a colagem dos brackets? - Este tratamento costuma ser mais caro?  


PERIODONTIA - (para abrir este página clique aqui).

O que é o periodonto? - O que é Doença Periodontal? É a mesma coisa que gengivite? - Como posso saber se tenho a Doença Periodontal? - Ao perceber sangramento durante o uso do fio dental, devo suspender esse procedimento de limpeza? - Existem medicamentos indicados para o tratamento? - Qual a causa da Doença Periodontal? - Como o tratamento é realizado pelo cirurgião-dentista? - Uma vez tratada a doença, os tecidos recuperam-se integralmente? - E de quando em quando se fazem os retornos para a manutenção após o tratamento? - É possível prevenir esta doença? 



PREVENÇÃO – (para abrir esta página clique aqui)

 

INTRODUÇÃO: UMA PEQUENA HISTÓRIA DA MEDICINA - as interpretações mágico - religiosas - as primeiras explicações racionais: a medicina hipocrática - saúde e doença na idade média: entre o castigo e a redenção - renascimento: novos olhares - o surgimento da medicina social -  a era bacteriológica e a discussão da causalidade - a unicausalidade - o modelo de explicação multicausal - conceito atual de saúde – organização mundial da saúde - história natural da doença - níveis de prevenção - 10. promoção da saúde. - 20. proteção específica.- 30. diagnóstico precoce e tratamento imediato.- 40. limitação do dano. - 50. reabilitação. - saúde bucal - prevenção da cárie dentária - nutrição adequada no período de formação dos dentes. - tríade de kayes - primeiro fator: - segundo fator: - terceiro fator: - hábitos higiênicos: - oclusão normal - flúor - água fluoretada - fluoretação da água em domicílio. - comprimidos de fluoreto de sódio. - cremes dentais (ou gel) fluoretadas. - quais são os tipos de cremes dentais infantis existentes no mercado? - qual o melhor creme dental para as crianças? - então o creme dental com flúor não causa fluorose dental? - qual a diferença do creme dental infantil para o adulto? - com que idade a criança pode começar a usar creme dental de adulto? - selantes. - um alerta: o custo financeiro da não prevenção - a cárie dentária como fetiche - introdução - os limites gengivo-dentários - 1. quase não se pode falar em patologias dentárias, antes são lesões: - 2. os dentistas manipulam medicamentos em doses anódinas: - mais duas posições se ajuntam ou são derivadas destas duas primeiras. - 1) conhecimento do homem saudável; - 2) conhecimento do homem doente, - incongruências de uma teoria - 1. doença microbiana ou metabólica? - 2. doença étnica ou civilizatória? - 3. a tríade de keys - 4. outras incongruências de uma teoria - 5. à guiza de conclusão - prevenção das peridontopatias - novos tempos: prevenção quaternária.





PLANTÃO DE DÚVIDAS
-
(para abrir este página clique aqui).

Pode ser que mesmo tendo lido os artigos deste site, ainda fiquem dúvidas. Esta página está reservada para o leitor fazer suas perguntas e/ou mandar sugestões.


PRÓTESE - (para abrir este página clique aqui).

Generalidades - Prótese Total - Prótese Total Removível ou simplesmente Prótese Total (PT) - Qual é o melhor tipo de dentes? - É difícil falar com as novas dentaduras? - O que fazer com a sensação de "boca cheia"? - Quando as dentaduras provocam náuseas e enjôos, o que fazer? - Como limpar as dentaduras? - Devo usar produtos de fixação? - PT overdenture - Overdenture removível - "Se o algum dentista me diz que tenho que extrair todos os meus dentes, poderia existiria alguma alternativa diferente?" - Quais as vantagens desse tipo de reabilitação? - Prótese total fixa - Depois de quanto tempo, após o implante, posso fazer a prótese? - Pode ocorrer rejeição? - Que tipo de complicações? - prótese parcial removível - O que é Prótese Parcial Removível (PPR)? - tipos de PPRs - Qual é a importância da PPR acrílica? - Como as próteses parciais removíveis acrílicas se fixam na boca? - próteses dentárias removíveis acrílicas flexíveis - as próteses flexíveis tem como características - Conselhos para utilizadores de próteses - Um conselho do seu dentista - Que tipo de dentes seria a melhor opção para serem usados numa PPR? - Pode-se, em todas as situações, optar entre PPR e Prótese Parcial Fixa (PPF)? - Qual a mais cara? - É possível eliminar os grampos metálicos a fim de torná-la imperceptível? - Os grampos estragam os dentes naturais? - Como se faz para higienizá-las? - Qual a eficiência mastigatória da PPR? - É fácil se adaptar a elas? - Deve-se retirar a PPR para dormir? - Quanto dura uma PPR? - Avisos adicionais - Inserir e retirar a prótese. Prótese parcial fixa (ponte fixa) - O que são próteses fixas? - quais os tipos? - O que é uma prótese fixa tipo protocolo? - Para quem é indicado? - Existem contra-indicações? - Neste tipo de prótese é preciso colocar parafusos em todos os dentes (implante dente a dente) ou alguns parafusos já sustentaram a prótese toda? - O que é uma PPF? - Para quem é indicado este tipo de prótese? - Como são feitas as próteses fixas (pontes)? - Existe prótese parcial fixada sobre implantes? - Quais os tipos de materiais utilizados? - Quanto tempo dura uma prótese fixa? - Há necessidade de realização de tratamento de canal dos dentes de suporte? - É difícil a limpeza? Causa mau hálito? - O que justifica ser tão cara? - Demora muito para ser executada? - O resultado estético é bom? - Eu fico sem os dentes durante o tratamento? - Por que o dente perdido, ainda que um só, precisa ser substituído? - prótese fica adesiva - Prótese Fixa Adesiva! Como? - Quais as indicações? - O que são próteses fixas adesivas diretas? - Coroas - O que são coroas protéticas (ou simplesmente coroas)? - jaquetas - Como funcionam as coroas? - Afinal, qual é a indicação das coroas? - Qual a diferença entre resina e porcelana? - Há riscos de fraturas? - É necessário tratar o canal de um dente que irá receber uma coroa? - Enquanto a prótese é confeccionada no laboratório, o que se usa sobre o dente desgastado? - Como a coroa é fixada ao dente? - Qual o motivo do escurecimento próximo à gengiva? - Quanto tempo dura uma coroa? - Esse trabalho requer manutenção? - coroa metalo-cerâmica.


SELANTE - (para abrir este página clique aqui).

Generalidades - Como, então, prevenir a cárie nestas áreas? - Os selantes são favoráveis para todos os dentes? - Quando é a melhor altura para colocar os selantes? - Como são aplicados os selantes? - Então e os selantes duram? - Por que selar um dente é melhor do que restaurar uma cárie? - Afinal, o selante pode ser aplicado em pacientes adolescentes ou adultos?




 

VISITA/CONTATO
AFTAS
AIDS
AMÁLGAMA
ANATOMIA 1
ANATOMIA 2
ANATOMIA 3
ANESTESIA 1
ANESTESIA 2
BIOFILME
CARDIOPATIA
CÁRIE DENTAL
DIABETE
EXODONTIA/SISO
ENDODONTIA
FLÚOR/FLUOROSE
GESTANTE
HALITOSE
HEMOFIlIA
HERPES
HIGIENIZAÇÃO
IMPLANTE
LINGUAGEM 1
LINHUAGEM 2
LINKs
NUTRIÇÃO
OCLUSÃO
ODONTOPEDIATRIA
ORTODONTIA
PERIODONTIA
PREVENÇÃO
PLANTÃO DÚVIDAS
PRÓTESE
SELANTE

Site Map